De malas prontas pro Egito: Curiosidades Parte III


Seguimos com nossa lista de curiosidades!

Quem vai participar da Expedição Equipe Zigurats e Projeto Portal ao Egito, prestem atenção nas dicas abaixo, afinal,Voando pro Egito ! Expedição Zigurats - Pesquisador Urandir é sempre bom chegar em um lugar diferente sabendo o que está acontecendo ao redor!

  • Pra começar, os egípcios adoram brasileiros… de verdade!!  Afinal, temos muito em comum com os egípcios, no calor humano e no humor.  Quando o assunto é mulher brasileira, todos eles querem encontrar um jeito de pedir alguma em casamento.  Apaixonam-se perdidamente e muito rápido! Então, mulheres, não sorria muito para eles, mantenha uma distância dos homens, pois corre um grande risco de ser pedida em casamento, “comprada” por alguns camelos ou outros galanteios.
  • Grupo de mulheres falando alto ou de risinhos pode parecer flerte, então meninas, discrição é a palavra chave nesse país.
  • Banhado pelos mares Mediterrâneo e Vermelho, sua capital é a cidade do Cairo.
  • O Egito é uma república desde 18 de Junho de 1953.
  • “Bilady, Bilady, Bilady” (Minha Pátria, Minha Pátria, Minha Pátria) é o hino nacional do Egito, composto por  Sayed Darwish.
  • Atualmente o Egito é governado por militares após o presidente anterior, Hosni Mubarak, ter sido deposto depois de décadas no poder.Fumar é um hábito popular - Pesquisador Urandir
  • Fuma-se muito no Egito, a ponto de tornar o ar dos ambientes fechados insuportável.  Mesmo ao ar livre, muitas vezes, é difícil suportar.  Mas eles tem isso como normal.
  • Na Cidade do Cairo, uma das cinco maiores do mundo, não existem faróis (semáforos).  Os raríssimos que existem, vivem quebrados.
  • O Trânsito é um verdadeiro caos, com carros por todos os lados, pessoas xingando e nenhuma sinalização. Pedestres também sofrem no meio de tudo isso, se espremendo e correndo entre os carros na esperança de atravessar a rua.
  • Os táxis, são geralmente carros russos, muito velhos e batidos em todos os lados.  Tem as cores preto e branco.  Lotam o centro.  Parece que na cidade só existe táxis.
  • Normalmente os taxímetros não funcionam.  Para se ir a algum ponto da Cidade do Cairo, você chama um táxi e antes de entrar no carro combina o preço para onde vai.  Tem que ter “barganha”.  Acostume-se sempre a baixar pelo menos 30% o valor que o motorista pede.  Todos eles, querem ser seu guia e solicitam que você os contrate por dia.  Prometem mostrar o país inteiro, então não caia no papo do taxista.
  • Os guardas se vestem de branco e guiam o trânsito com um pequeno bastão nas mãos.  Gritam e xingam os motoristas.  É normal, não se assuste.  Por incrível que pareça, também tem muito motorista de táxi que “passa por cima” dos guardas de trânsito, sem se importar com multas.
  • Policiais do exército povoam “todos” os quarteirões da Cidade do Cairo, com uniforme branco e boina preta, armados com metralhadoras.  A proteção para o turista é total.  O Egito é hoje considerado o segundo país mais seguro do planeta.  Em primeiro lugar vem a Arábia Saudita.
  • O calor é intenso durante o dia.  Sol quente e seco.  É escaldante, e não andar com uma proteção sobre a cabeça, pode lhe causar uma desidratação.  Dentro dos carros, … sauna total.
  • Qualquer lugar onde haja aglomeração de pessoas, tem um detector de metais, com segurançaTaxi no Egito - Pesquisador Urandirs na porta para revista (hotéis, shows, museus, grandes magazines…).  Ao entrar, suas bolsas, pacotes e pertences são todos minuciosamente revistados.
  • Carroças puxadas por burricos e charretes são comuns no meio do trânsito caótico.  Normalmente carregam hortifrutigranjeiros.  Seus condutores são camponeses, vestidos de galabias escuras com turbantes brancos na cabeça.
  • As produções cinematográficas egípcias não mostram sequer beijos. Filmes americanos, às vezes, mostram alguns beijos, mas as cenas mais fortes são cortadas.
  • Enquanto, nas ruas, é proibido o beijo entre casais, para não despertar “imaginações impuras”, é comum o beijo entre os homens: três beijinhos no rosto, então não estranhe ao ver essas manifestações de afeto entre homens
  • Existe o costume egípcio de os homens andarem de mãos e braços dados. Às vezes, unidos só pelos dedos mindinhos.
  • Antes da ocupação francesa, todos os egípcios usavam barba e bigode. Como os franceses tinham o rosto escanhoado, o antigo costume começou a cair em desuso, embora com alguma resistência.
  • A mulher muçulmana casada, no Egito, não mostra seus cabelos a não ser para o marido e pessoas da família.
  • É comum mulheres, as mais ricas, usarem uma penca de pulseiras de ouro em cada braço. O ouro tem, para elas, a função de uma caderneta de poupança.
  • Mesmo as meninas e senhoras mais pobres não deixam de usar suas jóias. Às vezes estão mal Policia Egípcia - Pesquisador Urandirvestidas, de chinelos e pés sujos, porém exibindo seu reluzente patrimônio.
  • O uso ostensivo de jóias no Egito é possível pela inexistência de assaltantes. A lei é rigorosa e existe a pena de morte. Você pode andar com quanto ouro desejar pendurado pelo corpo no Cairo, a qualquer hora da noite ou do dia.  É perfeitamente seguro.  A lei é muito rígida nesse sentido.  Você não ouve falar de casos de roubo à transeuntes.
  • Se alguém ofende um turista, pode ser preso por alguns dias.  Em caso de reincidência, a pena sobe para 3 anos.  Se houver nova reincidência vai para o tribunal para ser julgado quanto tempo terá de pena.
  • As mulheres usam vestidos muito enfeitados, sapatos cheios de cores e brilhos, pulseiras de ouro em cada braço, brincos enormes e colares de proporções faraônicas. Os homens também usam camisas e blusas enfeitadas, sapatos floridos, às vezes na cor vermelha berrante ou, até, rosa.
  • Os táxis andam enfeitados, muitos parecendo uma árvore de Natal ambulante, com luzes piscando e buzinas melódicas.
  • Os muçulmanos não podem ingerir bebida alcoólica. Eles tomam uma cerveja sem álcool, de marcHomens do Egito - Pesqusador Urandira Stella, que pode ser encontrada em todos os cantos do país. Essa cerveja não tem gosto de nada e só desce bem depois de atravessar o deserto, durante um dia inteiro, sem beber água.
  • O Egito é o 34 º maior país do mundo.
  • As pirâmides do Egito são as únicas das 7 maravilhas antigas restante no mundo.
  • Luxor, no Egito é conhecido como o maior museu a céu aberto do mundo.
  • Por todos os cantos vê-se homens vestidos com largas galabias, sentados no chão pensando na vida….  Fazem isso em todos os cantos da cidade, principalmente no mercado.  Mulheres também sentam com suas galabias no chão e contemplam todo mundo que passa.  Sempre silenciosamente.
  • O tradicional churrasquinho turco é comum,  tem em todas os lugares.  Tem também um tacho enorme, onde eles fritam linguiça de carneiro e outras carnes, à céu aberto, no meio da poluição.
  • É comum ver mulheres fazendo pão nas ruas.  Elas ficam em silencio, fazendo o pão com as mãos da forma mais artesanal possível.  Falam pouco.  Os fornos são de barro, bem ao estilo improvisados e elas fazem isso como uma atividade diária.
  • Serve-se karkadeh (chá de hibiscos tradicional), em todos os cantos onde você vá.  Da lojinha do mercado à recepção do hotel cinco estrelas.  Nas ruas, vendedores ambulantes, com um recipiente intmulheres do Egito - Pesquisador Urandireressante, também vendem karkadeh, chá preto e de hortelã para os transeuntes.
  • Em algumas regiões do Egito, os produtos não têm preço – você tem que barganhar.
  • São muito solícitos em todas as partes, quando você pede informação, se puderem, e se você deixar, largam o que estão fazendo e te levam até o local.  Claro, que esperam um “regalo”(gorjeta), ao final.
  • Todo mundo canta no país, o tempo todo.  As músicas de OM KALTHOUM (a cantora favorita dos egípcios), ecoa em todas as bocas, apesar dela haver morrido há décadas.  O sentimento fala alto quando cantam uma de suas canções.  São músicas que falam de amor, de muito sentimento, da dor de uma perda.
  • Futebol é o esporte mais popular no Egito. A equipe egípcia nacional ganhou o Campeonato Africano das Nações seis vezes – um recorde.

Deixe seu comentario

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>