Cientistas capturam esfera de metal contendo material biológico extraterrestre


Esfera de metal vinda do espaço com material orgânico pode ser semente alienígenaCientistas britânicos afirmam que uma esfera microscópica capturada em fevereiro de 2015 poderia ter sido enviada para a Terra por uma civilização alienígena em uma tentativa de começar uma nova vida.
A esfera de metal misteriosa foi fotografada expelindo uma substância biológica, que os cientistas acreditam que poderia ser uma espécie de material genético, uma semente alien.
A esfera foi descoberta por uma equipe de pesquisadores da Universidade de Sheffield e do Centro de Astrobiologia da Universidade de Buckingham.
Várias teorias sobre a origem da pequena esfera surgiram, mas as mais intrigantes e prováveis parecem ficção científica e por incrível que pareça estão sendo consideradas pelos cientistas britânicos.
Elas incluem a idéia de que ela foi enviada por alienígenas para a Terra com a intenção de propagar uma espécie de vida na Terra, uma teoria científica conhecida como “panspermia dirigida.”
O mais impressionante é que cientistas notáveis que defendem essa idéia incluem o astrofísico Carl Sagan e Prêmio Nobel Francis Crick, que é co-descobridor da estrutura do DNA.
O Professor Milton Wainwright, que liderou a equipe de pesquisa, descreveu o pequeno objeto como “uma esfera com a largura de um fio de cabelo humano, que é  filamentosa do lado de fora e possui um material biológico pegajoso escorrendo de seu interior.”
Em entrevista ao Daily Express, Wainwright afirmou: “Ficamos impressionados quando a análise de raios-X mostrou que a esfera é composta principalmente de titânio, com um traço de vanádio. “Uma teoria é que foi enviada à Terra por alguma civilização desconhecida, a fim de continuar semeando o planeta com vida.”, complementa. “A menos é claro que possamos encontrar detalhes da civilização que supostamente a teria  enviado a esse fim, é provavelmente uma teoria improvável”, acrescentou.

Os cientistas descobriram a intrigante esfera quando eles enviaram balões a 27 quilômetros de altitude na atmosfera para coletar poeira e matérias de partículas do espaço.
Milton Wainwright liderou o projeto de pesquisa com propósito de demonstrar que os organismos de vida microscópicas estão continuamente chegando do espaço. Wainwright  ainda disse que a bola de metal causou um pequeno impacto quando atingiu o balão. “Ao colidir com a sonda estratosférica, a esfera deixou uma cratera de impacto, uma versão minúscula da enorme cratera de impacto na Terra causada pelo asteróide que dizimou os dinossauros.”
“Esta cratera de impacto mostra que a esfera chegou na Terra vinda do espaço; um objeto que vem da Terra não poderia viajar rápido o suficiente para que caísse de volta à Terra causando tal dano.”
“Parece que isso nunca foi encontrado na terra”, acrescentou Wainwright.
Wainwright espera que um projeto de pesquisa semelhante conduzido pela NASA encontre os mesmos resultados que sua equipe encontrou.
Essas descobertas científicas surgem menos de um ano depois que cientistas britânicos e japoneses lançaram o Instituto para o Estudo da Panspermia e Astroeconomia (ISPA), com o propósito de provar que a vida na Terra se originou no cosmos.
Em um comunicado, o ISPA disse: “A ciência e instituições Mainstream têm lutado contra as teorias que expõem essas crenças, mas agora as evidências de meteoritos, a partir de amostras de bactérias vindas do espaço e de observação espacial está fazendo a resistência cada vez mais difícil. Provando que a Terra está em uma constante troca de matéria com o cosmos, maiores seriam as implicações, não só em termos de nossa identidade, mas também poderia nos dar uma visão sobre vírus alienígenas, que podem ser importantes para a nossa identidade de grupo, a evolução e a própria sobrevivência . “

Deixe seu comentario

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>