Raio X revela a múmia de um monge em uma estátua de 1000 anos


Raio X da Estátua de Buda revela o corpo mumificado de um monge em seu interior - urandir pesquisa 2015

Raio X da Estátua de Buda revela o corpo mumificado de um monge em seu interior – urandir pesquisa 2015

Uma estátua de Buda, com idade estimada de mil anos, revelou ter um monge mumificado em seu interior. Pesquisadores do Museu Drents na Holanda fizeram a descoberta no ano passado . Exames de tomografia e endoscopias realizados nos últimos dias revelaram que, após os órgãos vitais do monge terem sido removidos para a mumificação, eles foram substituídos por rolos de papel cobertos de escrita chinesa.
Acredita-se que o monge budista seja um mestre conhecido como ‘Liuquan’, da Escola Chinesa de Meditação.
Muitos monges acreditam que esse tipo de múmias estariam em um estado de “profunda meditação” e não mortos. Diversos casos já foram descobertos, sendo a maioria de monges que tentam se auto-mumificar,

Raio x da Estátua de monge revela um corpo mumificado em seu interior - urandir pesquisa 2015

Raio x da Estátua de monge revela um corpo mumificado em seu interior – urandir pesquisa 2015


fazendo uma dieta composta de nozes, sementes e frutas durante mil dias e de raízes e chás tóxicos posteriores, que objetiva preservar o corpo e expelir os parasitas. Após essas fazes que duram por volta de cinco anos e meio, o monge é trancado em uma posição de lótus em uma tumba de pedra contendo um tubo em que ele ainda pode respirar e sinalizando que estão vivos tocando um sino. Após o sino para de tocar, outros mil dias são contados para a tumba ser aberta para que outros monges verifiquem se o corpo está realmente mumificado. Se realmente estiver, é considerado que o monge atingiu um estado de graça suprema e é colocado em exposição em templos.
A múmia-estátua de Liuquan será exibida no Museu Húngaro de História Natural a partir de maio.

 

Raio X da Estátua de Buda revela o corpo mumificado de um monge em seu interior - urandir pesquisa 2015

Deixe seu comentario

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>