Ferramentas com mais de 3 milhões de anos encontradas na África 1


ferramentas ancestrais com 3.3 milhoes de anos encontradas na africa - arquivo pesquisador urandir 2015Ferramentas encontradas na África com centenas de milhares de anos mais velhas que o mais antigo hominídeo da idade da pedra intrigam cientistas. A descoberta, que pode reescrever a história da arqueologia, lança uma pergunta inquietante: quem as fabricou?
Uma equipe de paleontólogos americanos descobriu um conjunto de ferramentas em um sítio arqueológico de pelo menos 3,3 milhões de anos. Exatatamente isso: centenas de milhares de anos antes do aparecimento dos primeiros seres humanos. As ferramentas foram descobertass entre os fósseis de hominídeos no sítio arqueológico Lomekwi 3 no Quênia. Estes artefatos correspondem à época do Plioceno, que precede o aparecimento dos primeiros ancestrais homos, Homo habilis.
A descoberta pode reescrever a história da arqueologia atualmente compreendida em relação à evolução dos hominídeos e representam a sua criação. Os autores da descoberta, divulgada em um estudo publicado na revista ‘Nature’, propôs o nome ‘Lomekwian’ em Inglês para o mais novo antigo ancestral, que é 700.000 anos mais velho que o olduvayense, o primeiro conhecido.
Cerca de 150 ferramentas encontradas incluem centenas de martelos, bigornas e outros seixos esculpidos entre os objetos. Acredita-se que quem as fabricou foram capazes de usar essas ferramentas para abrir nozes ou tubérculos ou mesmo para quebrá-las, assim como para esculpir os troncos das árvores para desenhar nelas figuras, explicou o líder investigação Sonia Harmand da Universidade de Stony Brook. A questão agora que mais intriga é: quem fabricou as ferramentas.

fonte: Russia Today


Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “Ferramentas com mais de 3 milhões de anos encontradas na África